.>
Alguns conteúdos desta seção estão disponíveis apenas para quem estiver logado.
Caso tenha acesso, faça seu login aqui
postado sob arte, cultura
+2

A exposição, que apresenta 245  fotografias impressionantes do brasileiro Sebastião Salgado, está no Sesc Belenzinho, até 1º de dezembro, depois de passar por Londres e Rio de Janeiro. A exposicão está dividida em cinco seções geográficas, que retratam lugares que resistiram à ocupação humana moderna. Para isso, Salgado fez mais de 30 viagens entre 2004 e 2011, vivendo em aldeias, florestas, desertos, santuários animais e tribos, na Antártica, nas ilhas Galápagos, Botswana, Alasca e Canadá, entre outros lugares do mundo. Os trabalhos em cartaz fazem parte do livro homônimo, lançado este ano, pela editora Taschen.

A curadoria da exposição é de Lélia Wanick Salgado, esposa e companheira de Sebastão Salgado por mais de 4 décadas. Salgado nasceu em Aimorés, Minas Gerais, em 1944. Formou-se em Economia e desenvolveu sua paixão pela fotografia em uma viagem à África, onde coordenava um projeto sobre cultura do café em Angola. A partir daí, tornou-se fotógrafo. Ganhou vários prêmios nacionais e internacionais, entre eles o Prêmio Unesco, na categoria cultural; prêmio pela publicação do livro Trabalhadores; e o 40º Prêmio Jabuti de Literatura, na categoria reportagem.
Não deixe de visitar!

5 de setembro a 1º de dezembro
terça a sábado, das 10h às 21h, e domingos e feriados, das 10h às 19h30
Entrada  gratuita
Sesc Belenzinho  Rua Padre Adelino, 1.000  Belenzinho/SP
informações (11) 2076-9700

fechar